Os desafios de construir uma plataforma para o futuro em 7 passos, por Alex Barbirato

Vivemos em uma época muito singular. Grandes avanços tecnológicos prometem alterar completamente a nossa relação com máquinas e pessoas, provocando mudanças profundas na sociedade, em um ritmo cada vez mais acelerado. Inteligência Artificial (AI), Internet das coisas (ioT) e Big Data são alguns dos maiores agentes de transformação. Já em 2014, a revista Wired dizia que os “dados” seriam o novo petróleo. Quatro anos depois, estes mesmos dados já estão sendo acumulados e processados em escala industrial por empresas como Google, Apple, Amazon e Facebook.

Como planejar o futuro de uma empresa e tomar as melhores decisões neste ambiente de extrema volatilidade, com ciclos de renovação cada vez mais curtos?

Neste artigo, quero dividir com você leitor a estratégia da Altec, de uma forma simplificada e bem didática.

Para quem não sabe, a Altec é uma empresa 100% nacional, que desenvolve sistemas de automação comercial para restaurantes há 15 anos. Somos líderes em nosso segmento com uma carteira de mais de 1.000 clientes ativos, de peso. Desde o início de 2018, estamos executando um grande projeto de modernização tecnológica, que resumo aqui em 7 passos:

 

1) Diretriz mestra: uma empresa centrada em dados

Obviamente, tudo começa com uma diretriz: transformar-nos em uma empresa centrada em dados. Para que isto aconteça, precisamos acumular e disponibilizar todas as informações que processamos em um ambiente na nuvem. A partir daí, ferramentas de Data Warehousing, Business Intelligence e Machine Learning, integradas a este ambiente, irão trabalhar a favor dos nossos clientes, produzindo relatórios e insights, em tempo real, acessíveis a qualquer hora e em qualquer lugar.

 

2) Experiência do Usuário (UX)

Tem que ser sempre a melhor possível! Para isto, não poupamos esforços e montamos um time que está repensando todos os produtos Altec do ponto de vista da usabilidade e experiência global, através de múltiplas interfaces e canais.

 

3) Gente

Uma empresa é tão boa quanto a qualidade e preparo de seus colaboradores. Em um ambiente de mudanças acentuadas, é fundamental podermos contar com profissionais altamente qualificados. Novos engenheiros da USP e do ITA no nosso time, sempre ligado em novas tecnologias e com vontade de fazer a diferença.

 

4) Escreva uma vez, execute em qualquer lugar (WORA)

Quem poderia imaginar, nos anos 90, que a Apple valeria 1 trilhão de dólares e suplantaria a poderosa Microsoft? Atualmente, existe uma enorme gama de dispositivos e sistemas operacionais: Android, Windows, iOS, Linux, tablets, smartphones, desktops, Siri, Alexa, Google Assistant. Imagine a complexidade de desenvolver e manter software para todos? E o risco de se apostar tudo em apenas uma plataforma? A estratégia WORA preserva o investimento em desenvolvimento e reduz a possibilidade de obsolescência precoce.

 

5) Software livre

70% de toda a Web rodam em servidores Linux e 90% de todos os smartphones rodam em Android. O que isto significa? Apenas uma coisa: o software livre tomou conta do mundo e chegou em um nível tal de maturidade, que os sistemas proprietários não conseguem mais competir. A utilização de componentes não-proprietários na arquitetura Altec é uma prioridade e contribui para aumentar a qualidade e segurança dos nossos produtos, além de reduzir o Custo Total de Propriedade.

 

6) O cliente do nosso cliente

A Altec não quer impactar apenas os donos de restaurante, gerentes e garçons. Atendimento ao consumidor nos fornecedores, fornecedores, em suma, em todos os atores da cadeia. Através de aplicativos para o usuário final (atendimento, entrega, fidelidade), além de produtos voltados para relacionamento e inteligência de negócio (CRM, relatórios web). Passamos a impactar milhões de pessoas e empoderar ainda mais nossos clientes.

 

7) one-stop shop

Em inglês, “one-stop shop” é aquele onde você pode ir para comprar tudo o que deseja, só uma vez, poupando tempo e dinheiro. A Altec está trabalhando para ser o “one-stop shop” para as lojas. O cliente vem até nós atrás de sistemas, assessoria, empresa, tudo o que é necessário para montar e operar um restaurante. Desta forma, ele pode se concentrar em sua especialidade: facilitar a experiência gastronômica para os seus clientes!